“O que aprendi observando a mente”, com Henrique Lemes

Assista aqui ...

Henrique Lemes ficou 2 anos em retiro e em silêncio e conta o que aprendeu observando a mente.

“Por que alguém entra em retiro? A pessoa entra em retiro para compreender quem ela é de verdade e qual é verdadeiramente a situação. Quando ela começa a compreender a si, então pode verdadeiramente compreender os outros, porque somos todos interligados.” –Tenzin Palmo

A prática dos retiros fechados é bastante comum em várias tradições de treinamento de corpo ou de mente, com orientações religiosas ou não. Entre os filósofos gregos, nas tradições africanas e afro-brasileiras, dentro do cristianismo, do islamismo, nas tradições xamãnicas e indígenas de variadas origens, nas muitas vertentes e linhagens do budismo e hinduísmo, para citar alguns exemplos.

Os retirantes se afastam de seus afazeres habituais por períodos que podem ser de uma semana, três semanas, três meses, seis meses, três anos, ou mesmo bem mais do que isso, e aí se dedicam exclusivamente para o treinamento de habilidades específicas, e para desenvolver uma capacidade maior de observação e transformação de seus mundos internos.

Henrique Lemes é um praticante dos métodos oferecidos pela tradição budista, um aluno antigo e bastante experiente do Lama Padma Samten. Em 2009, ele foi convidado pelo lama para fazer um retiro longo de meditação, como uma forma de aprimorar sua própria prática e ficar mais habilitado pra ajudar as outras pessoas que também tem esse interesse.

No início de 2010 ele entrou em retiro, e por dois anos treinou ininterruptamente, meditou cerca de 10 horas por dia, em silêncio, sem entretenimento e sem contato com o mundo exterior – sem celular, internet, televisão, livros, jogos, conversas.

Ele esteve no CEBB São Paulo alguns meses depois que saiu do retiro, e nos contou um pouco do seu aprendizado. Nós filmamos e depois editamos este vídeo com algumas partes do encontro onde ele fala sobre seu treinamento, sobre as emoções, espiritualidade, nossas identidades, nossa ansiedade habitual, relacionamentos, sobre a importância do relaxamento, entre tantas outras coisas.

Por aqui ficamos muito felizes de poder ter este contato com alguns bons professores e praticantes de métodos efetivos de transformação, que se propõem a desenvolver uma vida com maior qualidade, mais relaxada, alegre, saudável, com relações melhores ao redor.

Há pouco fizemos um vídeo assim com o Sifu Cemil Uylukçu, agora este com o Henrique Lemes, e pretendemos seguir fazendo mais e mais destes registros para a série “o que aprendi“, de forma a ampliar e favorecer cada vez mais a movimentação de pessoas e redes engajadas em processos saudáveis de transformação.

Por fim, se você deseja entender melhor o que é e para que servem as práticas de meditação, sugiro este vídeo com algumas explicações do professor Alan Wallace. E se tem vontade de experimentar a prática, sugiro este outro vídeo onde o lama Padma Samten oferece algumas instruções.

TAGS:

Deixe uma resposta